Breve Histórico


O Núcleo Tocantinense de Arqueologia - NUTA foi criado pela UNITINS – Fundação Universidade do Tocantins sob Instrução Normativa nº 14/99 de 22 de novembro de 1999, tendo como mentor e executor de sua estruturação o Arqueólogo Prof. Msc. Marcos Aurélio Câmara Zimmermann, coordenador dos Projetos e Programas de Pesquisa de Arqueologia.

Sua primeira sede era localizada no Campus Universitário de Porto Nacional (atual sede do Campus da UFT em Porto Nacional). Foi inaugurada em 1999 e construída com recursos oriunda do convênio científico firmado entre a UNITINS - Fundação Universidade do Tocantins e as Centrais Elétricas do Norte do Brasil - ELETRONORTE, para a execução do Projeto SALTIMINS – Levantamento e Salvamento Arqueológico na extensão do Trecho da Linha de Transmissão de Energia Elétrica entre as Subestações de Imperatriz/MA à Miracema do Tocantins/TO, Interligação Norte/Sul.

Em maio de 2002 houve a ampliação desse laboratório com a construção de um anexo para a guarda do acervo arqueológico resgatado pelas pesquisas e um espaço dividido em salas apropriadas para preparação, catalogação e análise dos materiais culturais coletados. Esta ampliação foi possível com a aplicação de recursos financeiros proveniente do Projeto SALTMISA - Projeto de Salvamento Arqueológico na extensão das áreas impactadas pela Linha de Transmissão Norte/Sul, Trecho de Miracema do Tocantins/TO à Samambaia/DF e do Programa SALTFENS - Programa de Levantamento, Monitoramento e Salvamento Arqueológico nas áreas de abrangência da Ferrovia Norte/Sul, Etapa I - Trecho Aguiarnópolis a Darcinópolis no Estado do Tocantins.

Com a federalização do campus de Porto Nacional e a criação da Universidade Federal do Tocantins, esse prédio foi repassado à mesma. Assim, uma nova reestruturação física se fez necessária. Com recursos levantados por pesquisas realizadas pelo próprio NUTA e com a doação de uma nova área pelo Prof. José Hidasi, em 23 de março de 2006 a nova sede foi inaugurada, e para ela transferida às atividades de pesquisas e todo o acervo arqueológico sob a salvaguarda do NUTA. Sua atual sede localiza-se no Anel Viário, Rodovia TO-050, quadra 20, lote 65, jardim dos Ipês, também na cidade de Porto Nacional/TO.

O Núcleo de Arqueologia coordena, desenvolve, orienta e executam estudos e pesquisas na área específica de Arqueologia, na área de Patrimônio Histórico Cultural e Natural e na área de Paleontologia, tendo como apoio técnico/científico as áreas de Antropologia, História, Educação, as ciências do Meio Ambiente (Geografia e Biologia) entre outras áreas afins.

Exerce parceria com o Instituto de Arqueologia Brasileira – IAB – Rio de Janeiro - RJ, por meio de um convênio firmado para o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão.

O NUTA atua no Estado do Tocantins, na região norte de Goiás e na região sul do Maranhão em Projetos e Programas de Prospecção, Monitoramento e Salvamento Arqueológico e no Levantamento e Registro do Patrimônio Histórico e Cultural.

Desde 1999 o NUTA reputa como da maior importância, pelo que representa para o cenário cultural do estado e região, contribui significativamente com a consolidação de estudos e pesquisas, colocando o Tocantins no cenário arqueológico nacional. Síntese dos objetivos das ações da Educação Patrimonial do NUTA



2008 - Unitins - Todos os direitos reservados
108 Sul Alameda 11 Lote 03 Cx. Postal 173 - CEP.: 77020-122 - Palmas-Tocantins