Pós-Graduação Notícia


  • 21/12/2017 10:59:00
  • 11/01/2018 09:44:29
  • Ana Cássia Costa

Servidor especializado pela Unitins ingressa em mestrado acadêmico pela UFT

O jornalista Ruy Bucar encontrou na pós-graduação da Unitins motivação e ritmo para realizar um sonho antigo e ingressou no mestrado na primeira oportunidade que teve.


Ruy Bucar comemora com certificado de especialista pela Unitins
Ruy Bucar comemora com certificado de especialista pela Unitins (Foto: Cristian Reurison/Ascom Unitins)

Um sonho antigo foi realizado pelo servidor da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Ruy Bucar, jornalista lotado na Assessoria de Comunicação (Ascom). Ele foi aprovado no Mestrado em Comunicação e Sociedade pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) e a motivação para continuar nos estudos veio da pós-graduação Latu Sensu Gestão Pública e Qualidade no Serviço, que ele realizou na Unitins.

 

“A pós-graduação me deu ritmo. Tinha um tempo já que eu havia feito a última especialização, em História e Cotidiano, na Ulbra, e fiquei aguardando a possibilidade de fazer um mestrado. Quando surgiu o Mestrado em Comunicação e Sociedade, da minha área, aproveitei a oportunidade e o curso de pós foi importante porque a turma tinha uma convivência, foi interessante a construção coletiva. Me senti muito mais apoiado, o curso me deu ritmo, disciplina e gosto para voltar a estudar”.

 

O servidor conta que na primeira oportunidade de realizar o sonho do Mestrado conseguiu passar. O sucesso se deve, segundo ele, ao aproveitamento que teve do curso. “O curso foi muito proveitoso, o nível de debate, reflexão. Eu cresci muito nessa pós, me dediquei a bastante”, diz.

 

Perspectiva

 

O foco do servidor e estudante é seguir carreira acadêmica. “Eu achava que não tinha preparo, não queria ser apenas professor com prática pela convivência de trabalho profissional, eu queria estar preparado no que diz respeito ao saber acadêmico”, relata sobre o desejo de lecionar.

 

A valorização do jornalismo profissional, entretanto, é a linha de pesquisa de Ruy Bucar. “Meu trabalho acadêmico será para responder ‘o que é a imprensa tocantinense?’, o que diferencia a imprensa tocantinense”. Para isso, Ruy conta que irá pesquisar jornais de 1891 a 1988, período anterior a criação do estado do Tocantins.

 

Segundo o estudante, nesse período do antigo norte de Goiás existiam no jornalismo pelo menos 30 títulos que circulavam na região, antes da separação do Estado.


© Universidade Estadual do Tocantins - UNITINS
108 Sul Alameda 11 Lote 03, Cx. Postal 173, CEP: 77020-122, Palmas-TO
FONES: (63) 3218-4936 / 3218-2902 / 3218-2974
Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação