Nape promove acolhimento para acadêmicos de Ciências Contábeis durante TCC

Turma do 7º período respondeu a questionário sobre maiores inseguranças com o Trabalho de Conclusão de Curso

Ananda Portilho Câmpus Augustinópolis 25/05/2023 17:02

O Núcleo de Apoio Psicossocial e Educacional (Nape) da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) Câmpus Augustinópolis promoveu um acolhimento aos acadêmicos do 7º período de Ciências Contábeis que estão cursando a disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O momento ocorreu na noite desta quarta-feira, 24, durante a aula.

Por meio de um questionário aplicado na turma, a psicóloga Ariane Carvalho conseguiu mapear as principais inseguranças e dificuldades dos estudantes neste período de construção do TCC. Os resultados foram avaliados juntamente com os alunos, que puderam complementar as respostas e opinar sobre os dados apresentados.

Acadêmicos participam de acolhimento promovido pelo Nape (Fotos: Ananda Portilho/Dicom Unitins)


“É sempre bom o apoio dos profissionais da psicologia e assistência social, pois estamos chegando à reta final de um sonho. Com a conversa que tivemos com a psicóloga Ariane, identificamos alguns pontos a melhorar em nós mesmos e assim poderemos passar por esse período mais difícil do TCC e concluir com êxito a nossa graduação”, opinou o acadêmico Daniel Andrade.

O encontro foi viabilizado pela professora Jucicleia Teodoro, que ministra a disciplina de TCC. “Enquanto professora da disciplina, acompanhando de perto, percebo a insegurança, o sentimento de incapacidade. Vejo que eles são capazes, que têm condições de construir um TCC, mas essa insegurança se junta às dificuldades naturais de escrever um trabalho desses, tornando o processo ainda mais difícil. Como sei que temos o Nape aqui no Câmpus, as convidei para que pudéssemos refletir, discutir, debater e mostrar para eles que não estão sozinhos, que juntos vamos vencer”, compartilhou.

A coordenadora do NAPE, Joceane Parente, e a psicóloga Ariane Carvalho 


A psicóloga do Nape do Câmpus Augustinópolis, Ariane Carvalho, explicou que o objetivo da programação foi dar voz às aflições dos acadêmicos. “É um momento que desperta muitas dúvidas neles, muitos medos, muitas inseguranças. E o Nape vem para fazer essa escuta, dar conforto, acolhimento”.

Além da escuta, os alunos participaram de dinâmicas e outras atividades propostas pelo núcleo. “Nossa ação veio para colocar eles para cima, explicar que todas essas aflições são naturais, que faz parte dos obstáculos da vida e que eles também vão vencer. Além disso, mais uma vez colocamos os serviços do núcleo à disposição, com apoio psicológico, educacional e assistencial”, observou a coordenadora do Nape/Câmpus Augustinópolis, Joceane Parente.

Ouvidoria UNITINS
162
Ouvidoria
Geral do Estado do Tocantins
Acesso à Informação
Portal da Transparência
Demonstrativos da UNITINS