Semana Integrada 2023/1 tem início com debates sobre desenvolvimento e educação empreendedora

A programação será realizada até o dia 31 de janeiro com palestras, mesas redondas e rodas de conversas

Carlos de Bayma EDUCAÇÃO 23/01/2023 21:47

Professores Gilliano Mazzeto de Castro, Márcio da Sillveira, Darlene Teixeira Castro, Jeferson Moraes e Adriana Terra durante abertura da Semana Integrada (Fotos: Nonato Silva/Dicom Unitins)


“Resgate da Universidade como espaço para todos: universidade cidadã” é o tema da Semana Integrada 2023/1 da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), que teve início na noite dessa segunda-feira, 23, no formato virtual com transmissão ao vivo. A programação vai até o dia 31 de janeiro, com palestras, mesas redondas e rodas de conversas. A Semana Integrada é focada em ações de planejamento, capacitação e preparação para o desenvolvimento das atividades do semestre que se inicia.

 

Participaram da abertura oficial a coordenadora de Formação Continuada da Diretoria de Desenvolvimento e Pesquisa Institucional, professora mestra Luzinete Moreira de Almeida; o pró-reitor de Administração e Finanças, Ricardo de Oliveira Carvalho; a pró-reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, professora doutora Kyldes Vicente; a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, professora doutora Ana Flávia Gouveia de Faria; a pró-reitora de Graduação, professora mestra Alessandra Ruita Czapski; e a vice-reitora, professora doutora Darlene Castro. A apresentação foi feita pela diretora de Comunicação da Unitins, Charlyne Sueste. 

 

A primeira noite da programação trouxe uma roda de conversa dividida em dois painéis.

Painel 1

Painel 1 teve participação dos professores Márcio da Silveira e Adriana Terra, com mediação do professor Jeferson Moraes


No painel 1, iniciado às 19h35, foi discutida “A atuação da universidade no processo do desenvolvimento regional”, com a participação da professora mestra da UnirG Adriana Terra, e do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt), professor doutor Márcio da Silveira.

 

Para a professora Adriana Terra, “é um prazer estarmos aqui. Nossa perspectiva é falarmos um pouco do que temos feito lá na região Sul do Estado, a partir do Programa Inova Gurupi, do Centro de Desenvolvimento Regional, numa perspectiva de política pública de ativar um ecossistema regional de inovação, em que o empreendedorismo não tem mais espaço apenas como empreendedorismo, ele tem que gerar uma inovação importante”.

 

“Quem ativa isso são os sujeitos, as pessoas deste local. E o professor, como acolhedor desses cérebros, como formador desse conjunto de pessoas, tem a possibilidade de apresentar um portfólio de atividades, para que esses estudantes possam adquirir conhecimento, e com esse conhecimento identificar soluções para os problemas do seu local e melhorar a qualidade de vida das pessoas no âmbito social, sendo um indutor de desenvolvimento econômico”, destacou Adriana.

 

Já o presidente da Fapt, Márcio da Silveira, explica que essa programação é “muito significativa, pois a universidade é muito intensa, no Ensino, na Pesquisa e na Extensão. A sociedade espera muito da universidade que trabalha muito, entrega muito. Mas tem o momento de parar para refletir e essa Semana Integrada, em que a reitoria está discutindo com a sociedade, trazendo pessoas com visões de fora, é muito importante no repensar da universidade, que universidade nós queremos, o que mesmo nós devemos fazer. Qual é o modelo que queremos? A Universidade de fato está contribuindo para o desenvolvimento da sociedade tocantinense? Até onde ela está, o que pode ser melhorado?”.

 

“No meu caso, o que a Fapt, que é do Governo do Estado, pode fazer para ajudar a Unitins a desenvolver um trabalho para a sociedade, para mostrarmos a importância da Ciência? Passamos por uma pandemia em que a ciência foi fundamental. A ciência foi questionada, foi litigada, humilhada, e hoje ela renasce. A ciência nunca morreu. A ciência sempre foi importante. Desde o século XVI para o XVII, ali nascendo o método científico, que a humanidade vem contando com as colaborações críticas e criativas da ciência, no medicamento, na habitação, no transporte, em tudo. Você imaginar o que a educação representa na vida de um jovem aqui no Tocantins. Transforma a vida de uma pessoa. A educação é única maneira de mudarmos a sociedade", ressaltou Silveira.

 

Mediador Jeferson Moraes , vice-reitora da Unitins, Darlene Teixeira Castro, e o reitor da UniCatólica, Gilliano Mazzeto de Castro 


Painel 2

O painel 2, iniciado às 20h35, discutiu “O papel da Universidade Empreendedora", com o reitor da UniCatólica, professor doutor Gillianno Mazzetto de Castro, e a vice-reitora da Unitins, professora doutora Darlene Teixeira Castro. O encontro foi mediado pelo diretor do Núcleo de Inovação Tecnológica da Unitins (NIT), professor mestre Jeferson Moraes da Costa.

 

Para o professor Gilliano Mozzetto, “educar é necessário reconhecer. Chamamos isso de primado pedagógico do reconhecimento. E o núcleo fundamental desse primado é que diante de mim existe uma pessoa que tem uma história, um conjunto de visões de mundo, que precisam ser acolhidas em cada ato educativo. E por que estou trazendo tudo isso? Porque uma Universidade empreendedora não é a que faz as coisas legais. Universidade empreendedora é fazer aquilo que de fato é possível fazer dentro de um contexto que demanda uma necessidade.”

 

“Quando os nossos estudantes chegam, eles já têm uma história. Não são tábulas rasas. Acho que a pior inocência do ato pedagógico é supor que o conhecimento está estancado na cabeça de alguém. Basta você dar dois cliques e ver que em termos de informação o Google já superou a gente”, explicou Mazzetto em sua fala inicial, apontando para a necessidade de reconhecer o aluno e sua história de vida.

 

O reitor da Unitins, professor Augusto Rezende, também deixou sua mensagem. “Quero cumprimentar aos professores e professoras que estão participando dessa Semana Integrada da Unitins nesse início de semestre letivo. É importante termos momento para discutirmos a nossa universidade, para fazermos os alinhamentos dos trabalhos durante esse semestre letivo. Parabenizo a Unitins pela organização e os palestrantes convidados pela participação”.

 

“Temos a certeza que a nossa Universidade Estadual do Tocantins está caminhando e trilhando momentos e uma universidade grande, forte, presente no território e, principalmente, uma universidade que modifica a vida das pessoas. Nesse sentido, a temática dessa Semana Integrada, traz a universidade cidadã. O que é pensar uma universidade cidadã? É pensar uma universidade que reconhece as pessoas, que é o fator principal. Terminamos de concluir, em 2022, o nosso PDI, que é o Plano de Desenvolvimento Institucional. E o nosso aluno está no centro das atividades da Unitins. Todas as ações, sejam de eventos, no ordenamento de orçamento e de recursos, passam por refletir em ações que valorizam o aluno”, enfatizou o reitor.

 

A programação da Semana Integrada da Unitins 2023/1 segue até o dia 31 de janeiro. A abertura oficial do evento está disponível no Canal da Unitins no YouTube. A programação completa da Semana Integrada está disponível aqui.

,

162
Ouvidoria
Geral do Estado do Tocantins
Acesso à Informação
Portal da Transparência
Demonstrativos da UNITINS