Projeto de Pesquisa da Unitins mapeia ex-alunos de Letras e Pedagogia de Araguatins

A proposta tem como objetivo alcançar mais de 200 egressos dos cursos de licenciatura do Câmpus Araguatins entre os anos de 2018 e 2021. Mapeamento é feito por meio de formulário on-line

Ananda Portilho Câmpus Araguatins 23/11/2022 09:38

Professoras e alunas integrantes do projeto de pesquisa que busca mapear egressos dos cursos de Letras e Pedagogia (Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)


O projeto de pesquisa “Formação, Perspectivas Linguísticas e Trajetórias de egressos” da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Câmpus Araguatins, está fazendo o mapeamento de egressos dos cursos de Letras e Pedagogia entre os anos de 2018 e 2021. O objetivo é alcançar mais de 200 ex-alunos por meio de um formulário on-line.

 

A proposta é coordenada pelas professoras doutoras Denyse Mota da Silva, do curso de Letras, e Simara de Sousa Muniz, do curso de Pedagogia, com a participação das acadêmicas de licenciatura Antonia Kelly Gomes Araújo e Daira Pereira Reis (Pedagogia) e Leda da Silva Alves Guimarães (Letras). O formulário está disponível até o dia 4 de dezembro neste link para egressos do curso de Letras e neste para egressos do curso de Pedagogia.

 

A coordenadora do projeto, Denyse Mota, defende que “os egressos de uma instituição de ensino representam um elo da interação entre instituição, mercado de trabalho e comunidade. Questões como a qualidade da formação, a adequação do currículo às necessidades das organizações, da sociedade e também as dificuldades encontradas para a obtenção de emprego podem ter respostas mais elucidativas a partir do feedback dos egressos”.

 

O mapeamento pretende analisar a contribuição dos cursos de Letras e Pedagogia do Câmpus Araguatins das perspectivas de formação docente inicial, habilidades linguísticas nas diversas situações comunicacionais e do desempenho profissional docente dos egressos no período de 2018 a 2021.

 

O projeto de pesquisa, que existe desde 2021, já alcançou diversos eventos científicos realizados pela Unitins e outras instituições. Para a acadêmica Daira Pereira Reis, integrante da proposta, “é importante participar de um projeto de pesquisa, pois ele possibilita a compreensão da formação por outros olhares e de forma mais ampla”.

 

Por meio dos dados coletados também objetiva-se caracterizar os dois cursos de licenciatura, bem como sua trajetória histórica, analisar atividades socioprofissionais por meio das trajetórias dos egressos comparando-as com os objetivos da formação inicial, analisar opiniões de ex-alunos sobre a contribuição do curso, levantar e descrever produções científicas e vínculos com cursos de pós-graduação e elaborar um relatório final a partir da análise dos dados.

 

Para a também coordenadora do projeto Simaria Muniz, a pesquisa é uma ação importante no atual cenário brasileiro. “Possibilita um maior conhecimento acerca do próprio curso e da entrada dos recém-formados no mundo de trabalho. O resultado dessas investigações é importante para o planejamento, a definição e retroalimentação das políticas educacionais, bem como dos projetos pedagógicos dos cursos em questão”, opinou a docente.

 

A coordenadora do curso de Pedagogia do Câmpus Araguatins, Aquenubia Gonçalves, destaca que a pesquisa em questão permite a reflexão na construção de conhecimento e apropriação científica. “O estudo sobre a trajetória dos egressos possibilitará a toda comunidade verificar, através dos resultados, que o curso de Licenciatura em Pedagogia, além de essencial na região, é um campo certo de oportunidades profissionais para os egressos, dentre outros aspectos importantes para formação continuada”.

 

Neste semestre, tem ocorrido a construção metodológica da análise e aplicação do questionário semiestruturado, coleta e início da sistematização dos dados além das leituras e discussões crítico-reflexiva sobre formação inicial docente/egressos, com previsão de participação de 103 egressos do curso de letras e 110 de pedagogia. Em 2022, em alinhamento ao cronograma de atividades que integram as ações da pesquisa, foi realizado um levantamento bibliográfico e documental acerca das políticas de formação docente e dos egressos, bem como o mapeamento dos ex-alunos que ingressaram entre 2014 e 2018 nos dois cursos de licenciatura.

 

“Essa pesquisa é extremamente importante para a Unitins, pois com os dados coletados poderemos avaliar e dimensionar a real situação dos profissionais que estão atuando na sua área de formação, os que estão vinculados a pós-graduação, os que estão fora do mercado e, principalmente, utilizar os resultados dos trabalhos para direcionar os novos rumos destas licenciaturas em consonância com as novas políticas públicas educacionais do país”, argumentou o coordenador de Letras do Câmpus Araguatins, Victor Fernandes Borges.

162
Ouvidoria
Geral do Estado do Tocantins
Acesso à Informação
Portal da Transparência
Demonstrativos da UNITINS