Unitins recebe doação voluntária de empresário para oferta de bolsas de auxílio estudantil

Dez estudantes de graduação serão contemplados. O valor total da doação é de R$30 mil

Carlos de Bayma BOLSA do cerrado 31/03/2022 18:18

O empresário Walter van Halst em conversa com a equipe gestora da Unitins (Foto: Charlyne Sueste/Dicom Unitins)


A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proex) firmou na tarde dessa quarta-feira, 30, na sala de reuniões da reitoria, um Termo de Doação com o engenheiro agrônomo e produtor rural Walter van Halst. 

O empresário doou, por sua livre e espontânea vontade, sem quaisquer condições ou encargos, a quantia de R$ 30 mil para que a universidade use, exclusivamente, para auxílio financeiro a 10 estudantes. Os bolsistas a serem contemplados precisam atender alguns critérios, como estarem em situação de vulnerabilidade socioeconômica e com potencial risco de desligamento dos cursos de graduação. A bolsa permitirá que os mesmos permaneçam matriculados e concluam os seus estudos.

Van Halst teve contato com o curso de Engenharia Agronômica da Unitins por meio do professor Eduardo Ribeiro, coordenador do Herbário da Unitins (Huto), que trabalhou implantando uma reserva agroflorestal em uma das propriedades do produtor. Após conversas com o curador do Huto resolveu, no ano passado, oferecer bolsa a duas acadêmicas do curso, Talissa Ferreira e Rosilda Pereira Alves Guimarães, atualmente no 4º e 8º período de Engenharia Agronômica, respectivamente, que tiveram suas bolsas renovadas a partir da assinatura desse Termo de Doação.

“Mais uma vez renovamos o contrato com o senhor Walter, um empresário que tem essa percepção do valor da academia, não só para o apoio, mas também para o incentivo aos estudos na área do agronegócio. Ficamos muito felizes com essa integração, por mostrar que a universidade está disponível para o setor produtivo e na formação do desenvolvimento. Mais uma vez a Unitins comemora essa ação importante, e que isso também sirva de exemplo para outros empresários, um olhar para o financiamento e apoio às ações institucionais”, explicou o reitor.

A pró-reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, professora Kyldes Vicente, destacou que “por meio da Coordenadoria de Assuntos Estudantis e Esporte, a Proex conseguiu fazer essa ação, que já vem acontecendo desde o ano passado. Isso é bastante importante para a Unitins, para a sociedade e, principalmente, para os acadêmicos. Essa ligação entre empresários e universidade é super positiva pois representa novas possibilidades e visibilidade para a instituição. Só temos a agradecer por esse empenho”.

“Com a pandemia, observei que muitos alunos tinham dificuldade para continuar os estudos, por isso ofereci uma bolsa para estudantes que estavam a ponto de desistir. Eu fico muito feliz com isso. Nasci na Holanda, um país onde todos têm oportunidades iguais, sejam de famílias abastadas ou que não tenham recurso, todos têm oportunidade de estudar. Aqui eu vejo que há divisão na sociedade, e isso sempre me incomodou. Então, tento ajudar aqueles que precisam, que não têm os recursos, mas que também podem chegar lá, ter um diploma de curso superior”, ressaltou Halst.

 

Para a acadêmica Talissa Ferreira, essa ação “representa 100% de incentivo. Durante a pandemia eu tive bastante dificuldade, principalmente com acesso à  internet, uso de computador. E essa bolsa chegou no momento perfeito, pois eu já estava ao ponto de desistir. Na verdade, eu desisti e recorri. E quando recorri surgiu essa oportunidade, ao ser agraciada com uma bolsa e com um computador e isso me incentivou a continuar. As lutas diárias sempre vão existir, mas depende de a gente ficar para trás ou avançar”.

 

“Ganhei bolsa no ano passado e ganhei um notebook. Eu só tinha um celular, e para ter acesso à internet, editar trabalho, escrever textos, era bem mais complicado. E o auxílio me ajudou bastante pois também foi possível pagar internet. Agora, a renovação dessa bolsa por mais seis meses tem muito a contribuir com a nossa vida acadêmica. A minha esperança é de que em 2023 eu esteja jogando o chapéu para cima, formando”, comemorou a acadêmica Rosilda Pereira Alves Guimarães.

 

Bolsa do Cerrado

A Bolsa do Cerrado contemplará, ao todo, 10 estudantes dos cursos de Graduação da Unitins, com bolsa no valor de R$ 500 mensais, durante seis meses. Os recursos podem ser utilizados para quaisquer fins legais que auxiliem o estudante na sua permanência na instituição. O bolsista deve atingir a média mínima de notas exigidas pela instituição para aprovação e ter frequência mínima de 80% nas aulas em cada semestre, não realizar mudança de curso ou de instituição e garantir um progresso suficiente nos estudos, devendo apresentar um relatório sobre suas atividades, conforme acordado com a Coordenadoria de Assuntos Estudantis e Esporte a cada três meses

Para acompanhar as estudantes contempladas e os demais que serão selecionados para receber as bolsas, a Unitins designou a assessora especial da Coordenadoria de Assuntos Estudantis e Esporte, professora Mírian Dorneles Monteiro. 

Estiveram presentes durante a assinatura do termo o reitor Augusto Rezende, a vice-reitora Darlene Castro, a pró-reitora de Extensão Kyldes Vicente, o diretor de Extensão Eduardo Lima e as acadêmicas Talissa Ferreira e Rosilda Pereira Alves Guimarães.

Talissa Ferreira e Rosilda Pereira, Walter van Halst, Augusto Rezende, Kyldes Vicente, Darlene Castro e Eduardo Lima após assinatura do Termo de Doação (Foto: Charlyne Sueste /Dicom Unitins)

162
Ouvidoria
Geral do Estado do Tocantins
Acesso à Informação
Portal da Transparência
Demonstrativos da UNITINS