Trote solidário da primeira turma de Medicina leva alimentos e brincadeiras a comunidade carente no Bico

Foram doados quase 800kg de alimentos para a comunidade do Povoado Vila 16, em Augustinópolis

Charlyne Sueste Ação Social 13/10/2021 11:53

Calouros de Medicina da Unitins levaram diversão e alimentos em ação social (Fotos: Ananda Portilho/Dicom Unitins)


O pequeno João Eduardo, de 10 anos, quer ser jogador de futebol. "Eu gosto de jogar bola. Gosto de bater escanteio", conta. Já o Alex Oliveira, de 11 anos, sabe até a posição em que quer jogar: “prefiro jogar no ataque, né? Gosto de fazer gols”, diz o menino enquanto sorri. Os dois garotos fazem parte da Escolinha de Futebol da Vila 16, povoado na zona rural de Augustinópolis, que recebeu as ações do trote solidário da I Turma de Medicina da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins).

 

A programação reuniu mais de 20 crianças e adolescentes da comunidade, que tiveram uma tarde regada a brincadeiras, lanches e muita diversão, na última sexta-feira, 8. A ação também alcançou outros moradores da Vila 16 com a distribuição de cestas básicas. Ao todo, foram arrecadadas 50 cestas, totalizando quase 400 quilos de alimentos não perecíveis doados.

O ponto alto da tarde foram as partidas de futebol com os calouros, professores e as crianças no campinho da comunidade. Alegria de sobra para o povoado que abriga cerca de 800 pessoas. “O esporte tira as crianças da rua, então o intuito de fazer esse jogo com a garotada foi para afastá-los das ruas e das drogas, que anda tendo muito por aqui. Nosso objetivo é incentivar o esporte”, explica o coordenador do curso de Medicina, Victor Giovannino.

 

Para o técnico da escolinha, Wesley de Melo, a ação foi mais que aprovada. “É bom esse tipo de evento porque ajuda as famílias que estão precisando. Em relação à escolinha de futebol, foi uma ideia que eu tive em casa. Pensei em montar o time para tirar esses meninos da rua, ajudar de alguma forma. Chamei todos eles e perguntei se queriam treinar, aí um dia o Drº [Victor Givanninno] passou aqui e viu a gente treinando, daí encostou aqui e disse que ia nos ajudar. Hoje recebemos os uniformes”, contou o jovem de 21 anos.

 

Altruísmo

O trote aos calouros é um rito de iniciação no ensino superior e no curso de Medicina da Unitins, no Câmpus de Augustinópolis, não foi diferente, mesmo sendo a primeira turma da instituição. Tornar esse momento um espaço de altruísmo foi uma ideia do coordenador do curso. “O propósito desse trote solidário é mostrar para os alunos a realidade dessa comunidade carente e, também, que eles possam sentir essa felicidade de doar um pouco. A população ganha muito com isso, mas eles acabam ganhando mais por causa dessa alegria de contribuir com uma coisa tão básica para a população, que é o alimento”, destacou o coordenador.

 

E o objetivo foi cumprido. Os calouros de Medicina da Unitins, as grandes estrelas do trote, saíram da programação com lições importantes para a vida e para a carreira profissional. Aos 20 anos, o estudante Vitor de Melo Ataídes, natural de Formosa/GO, ressaltou a importância de momentos como esse. “Foi uma ação muito legal para a gente se integrar na comunidade não apenas como estudantes, mas como novos moradores. Esse é um projeto fundamental para nos integrar socialmente. Além de todo o conhecimento acadêmico que vamos adquirir no curso, também aprenderemos a ter empatia para com a região”, enfatizou.

 

Essa percepção também é compartilhada pelo calouro Athos Costa Pedrosa, de 21 anos, natural de Marabá/PA. “Estou muito feliz e realizado de estar vivendo tudo isso aqui em Augustinópolis, em especial no povoado Vila 16, aprendendo desde a base da academia a tratar a comunidade com empatia, de forma amigável. Esse trote nos ensinou que precisamos nos dedicar ao outro, principalmente por aqueles que mais necessitam”.

Texto: Ananda Portilho/Dicom Unitins

162
Ouvidoria
Geral do Estado do Tocantins
Acesso à Informação
Portal da Transparência
Demonstrativos da UNITINS