Unitins recebe Contrato de Doação de terreno para construção de sede própria do Câmpus Dianópolis

Após anos de promessa e espera, o documento foi assinado e a universidade pode dar início ao processo de escrituração da área de 15.000m²

Charlyne Sueste Estrutura 12/05/2021 08:25

Documento permite o início do processo de escrituração do terreno em nome da Unitins (Fotos: Nonato Silva/Dicom Unitins)


 

A espera que se arrastava desde 2015 finalmente chegou ao fim! A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) recebeu oficial e legalmente a doação de um terreno no município de Dianópolis para a construção da sede própria do câmpus. O prefeito da cidade, José Salomão, e o reitor Augusto Rezende assinaram o Contrato de Doação. De posse do documento, a Gestão da Universidade pode dar início ao processo de escrituração da área de 15.000m² localizada no Setor Industrial.

 

A assinatura do Contrato de Doação se deu na sede da Prefeitura de Dianópolis nesta terça-feira, 11. Após o ato formal, o prefeito e o reitor visitaram o terreno doado acompanhados da equipe da Prefeitura Municipal, vereadores e da diretora do Câmpus da Unitins em Dianópolis, Ana Felícia Cavalcanti.

 

A promessa de doação do terreno começou a se cumprir ainda em 2015, com a Lei Nº1307, que trazia a autorização da Câmara de Vereadores para a doação. Havendo um prazo de dois anos para o início das obras e sem a assinatura do Contrato de Doação, a instituição não conseguiu os recursos necessários para a construção, motivo pelo qual no ano de 2017 foi necessária uma nova autorização da Câmara e nova Lei da Prefeitura tratando da cessão (Lei N°1375/2017). Novamente sem a assinatura do Contrato de Doação, em 2019 foi necessária a renovação da autorização, dessa vez pela Lei Nº 1418. Após quase seis anos de espera e expectativa, o reitor Augusto Rezende explica que a doação do terreno se concretiza agora, com a assinatura do Contrato de Doação. O próximo passo é dar entrada na escritura em nome da Unitins.

Terreno tem área de 15.000m² e fica no Setor Industrial (Fotos: Nonato Silva/Dicom Unitins)


 

 

Com o terreno escriturado, a Reitoria apresentará as escrituras dos terrenos de Augustinópolis e Dianópolis nas tratativas em busca de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de emendas parlamentares e do Governo do Estado para as obras de construção das sedes próprias dos câmpus nos dois municípios. A Unitins recebeu a doação de um terreno de aproximadamente 25.000m² em Augustinópolis no ano de 2017.

 

O prefeito de Dianópolis, José Salomão, que consolidou a doação do terreno a partir da assinatura do Contrato, disse na visita ao terreno doado que “é um dia especial e memorável para nós dianopolinos. Nós oficializamos e concluímos o processo de doação do terreno para a construção da sede própria da Unitins. É um acontecimento histórico”.

 

Salomão agradeceu ao Governo do Estado e à Unitins pela “confiança e tudo que a Universidade já fez em Dianópolis. A presença da Unitins aqui é um ganho imensurável para a comunidade, tem um efeito multiplicador que reflete na educação, na economia e no desenvolvimento da região”. O prefeito também afirmou que a doação do terreno e a parceria com a cessão de uso do prédio onde funcionam os setores administrativos do Câmpus são uma forma de retribuição do município por tudo que a Unitins representa e faz pela cidade e região Sudeste do Estado.

 

O reitor Augusto Rezende agradeceu ao prefeito e demais representantes do município pela doação da área e ressaltou que o Contrato de Doação é mais um passo na estruturação do Câmpus de Dianópolis. “A estruturação de sede própria em todos os câmpus é um trabalho constante da Reitoria. Nós sabemos que uma estrutura adequada, com espaços melhores para nossos alunos, professores e técnicos, traz ganho na qualidade do ensino”, pontua.

 

Para a diretora do Câmpus Dianópolis, Ana Felícia Cavalcanti, ter de fato um terreno em Dianópolis com a expectativa de construção da sede própria é algo que a comunidade acadêmica anseia há bastante tempo. “Para a universidade e para a população da região é um ganho altíssimo”, diz completando que, quando começar a construção da sede própria, “o município também ganhará muito com o movimento de obras, da economia, geração de empregos e toda a comunidade será beneficiada”

 

“A construção da sede própria, o concurso público e quadro permanente trazem segurança para a comunidade acadêmica e para a sociedade, além de possibilitar a expansão institucional, que nós pensamos sempre. Nós tratamos a Universidade como um vetor de desenvolvimento de regiões e Dianópolis é uma cidade referência na região Sudeste”, pontuou o reitor Augusto Rezende destacando o compromisso da Reitoria em buscar os recursos para tornar realidade também a construção das sedes próprias tão sonhadas por toda a comunidade acadêmica.

 

O reitor acrescentou a importância das parcerias e apoios que a Unitins tem e que possibilitam o desenvolvimento da instituição. “Em todos os municípios onde temos câmpus, as Prefeituras são parceiras. Além disso, temos apoiadores fortes como o senador Eduardo Gomes, o deputado federal Carlos Gaguim e o governador Mauro Carlesse, que são grandes entusiastas do ensino superior. Eles apoiam a Unitins, nos ajudam em todas as ações que visam o desenvolvimento da Universidade, além dos deputados estaduais, visto que a Unitins tem apoio unânime dos parlamentares na Assembleia Legislativa”, enfatizou Augusto Rezende sobre a expansão e as conquistas que a Unitins alcançou nos últimos anos.

 

 

 
162
Ouvidoria
Geral do Estado do Tocantins
Acesso à Informação
Portal da Transparência
Demonstrativos da UNITINS