Portal Notícia

  • 18/10/2018 14:40:00
  • 18/10/2018 15:12:37
  • ANA GABRIELLA REGIS

Direito humano à alimentação adequada é pauta da XXV Jornada de Iniciação Científica

Palestra incentivou a promoção à qualidade dos alimentos na produtividade agrícola



(Fotos: Cristian Reurison/Ascom Unitins)

 

Dando continuidade à programação da XXV Jornada de Iniciação Científica, a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) – Câmpus Palmas recebeu na manhã desta quinta feira, 18, uma palestra com o tema “Direito Humano à alimentação adequada”, ministrada por Onaur Ruano, presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Londrina.

 

A palestra enfatizou que o direito humano à alimentação adequada requer regularidade da alimentação e que, para ser plenamente cumprido, não pode comprometer o acesso a outras necessidades essenciais do ser humano, como o direito à saúde, transporte e educação.

 

Na ocasião também foram apresentadas as diretrizes do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan), composto de políticas públicas nacionais e formado por uma série de conselhos e planos a níveis estadual e municipal a fim de amparar o direito à alimentação adequada e garantir sua efetividade no Brasil.

Para Ruano um dos componentes mais importantes para que o direito humano à alimentação adequada seja atendido é o acesso aos alimentos, comprometido pela falta de poder aquisitivo da população, uma vez que a comida é tratada como mercadoria. No entanto, segundo ele, a produção científica pode transformar esse cenário trazendo novas alternativas de alimentos para consumo por meio de pesquisas acerca de plantas alimentícias que hoje estão fora do uso convencional, mas que estão disponíveis à população. “É necessário estimular dentro das universidades uma vertente de estudos agroecológicos de produção orgânica, de produção de alimentos saudáveis e de conhecimento da ampliação do conjunto de espécies que pode ser usado para alimentação”, afirma.

 

Para Leda Verônica Silva, coordenadora do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) da Unitins, o estudo do direito à alimentação adequada é um dos parâmetros para se reduzir as desigualdades. “A carência de alimentação adequada assola boa parte da população em todo o mundo e estudos a fim de contornar esse problema, apesar de extremamente importantes no combate às desigualdades sociais, são muitas vezes negligenciados. Nesse intuito, a palestra conscientiza nossos jovens cientistas acerca de uma temática tão importante e atual”, comenta.

 

Adelcina Gonçalves Moura, acadêmica do 4º período de Engenharia Agronômica da Unitins/Câmpus Palmas, conta que a palestra agregou uma visão humanitária à produtividade apresentada no curso. “Precisamos nos empenhar cada vez mais para produzir alimentos que atendam todas as demandas, mas sem deixar de lado a qualidade desses alimentos, suprindo todas essas necessidades que os direitos humanos nos direcionam a realizar”, finaliza.


© Universidade Estadual do Tocantins - UNITINS
108 Sul Alameda 11 Lote 03, Cx. Postal 173, CEP: 77020-122, Palmas-TO
FONES: (63) 3218-4936 / 3218-2902 / 3218-2974
Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação